Histórias e memórias: a fagulha necessária para se escrever

Não acredito propriamente em inspiração. Acredito mesmo é em perseverança. Não escrevo todos os dias. Há períodos em que faço apenas pesquisas, leituras, anotações e rabiscos, ou fico recriando as histórias mentalmente para confrontá-las com o que já está posto no papel, por exemplo, mas quando me vejo sentado diante do computador para escrever, não … Continuar lendo Histórias e memórias: a fagulha necessária para se escrever

Você ainda pode apoiar o livro O Menino que Aprendeu (e Ensinou) a Olhar

Ainda dá pra apoiar o livro O Menino que Aprendeu (e Ensinou) a Olhar, sabia? Não é porque o projeto no Catarse acabou que você, seus amigos, colegas de trabalho e familiares não podem apoiar. Vou manter os mesmos valores base para quem quiser apoiar antes dos eventos de lançamento: – 1 livro  = R$ … Continuar lendo Você ainda pode apoiar o livro O Menino que Aprendeu (e Ensinou) a Olhar

Mapa do eu leitor, ao estilo Ítalo Calvino

O viajante que chega a Byblos, desavisado, não encontra farmácias, supermercados, hospitais ou barbearias normais. Toda a cidade tem apenas três tipos de lojas, que também servem como habitações: livrarias, bibliotecas e sebos. Outro detalhe: apenas livros para crianças podem ser lidos por lá. São tantos e de tão boa qualidade, que cada proprietário desenvolveu … Continuar lendo Mapa do eu leitor, ao estilo Ítalo Calvino